Performance virtual “CHÁ DE BEBÊ” discute modelos de família e sexualidade

Um casal de artistas compartilha com o público a intimidade do seu relacionamento misturando linguagens artísticas, assim é Chá de Bebê, uma composição performática que estreia online nos dias 13 e 14 de março via Zoom às 20h com acesso gratuito.

CHÁ DE BEBÊ nasce do desejo do casal Vinicius Dantas e Vicente Martos de criar uma zona de intimidade para partilhar com os espectadores seus esforços, prazeres e delírios conjugais. O projeto work in progress é também um encontro com a música eletrônica e conta com a contribuição de Bruno de Oliveira (RN), EX PUNK ME (SP), Hanging Freud (SP/Escócia), Raiany Sinara (MS) e Tinoc (RN). Há também participação especial da atriz Luciana Ramin (SP).

“O projeto foi pensado para o vídeo para ser muito mais do que a transmissão de algo presencial. Serão oito células performáticas que formam um álbum visual que desdobra-se do espetáculo homônimo. Chá de Bebê é um mergulho autobiográfico em representações de casais na história da arte, um convite para tensionar modelos de família e sexualidade, reunindo música eletrônica, vídeos e dois corpos pulsando imagens absurdas sobre o amor”, declara o duo Vicente+Vinicius.

“O CHÁ DE BEBÊ  é um disparador potente para refletirmos sobre a normatividade compulsória atribuída às esferas tão íntimas da experiência humana; a performação do amor e das relações de cooperação mútua em formatos que afastam o sujeito da autonomia sobre suas experiências e desejos. Assim, a relevância desse projeto é também por instaurar uma semente de complexidade nesses modelos enrijecidos. O trabalho é resultado de uma pesquisa de criação work in progress que lança pontes entre profissionais e linguagens da cena, do vídeo e da música, constituindo uma via de influência mútua, cooperação e fortalecimento de uma rede de artistas. Na atual versão o projeto toma proveito das plataformas online para compartilhar da criação de zonas de intimidade e projetar o trabalho natalense para além deste território físico”, completam. 

Além da exibição das 8 células performáticas, a transmissão de estreia do CHÁ DE BEBÊ será seguida ainda de bate-papo sobre o processo de criação. O projeto também prevê o lançamento de um site onde é possível conhecer um pouco mais do trabalho da dupla, além  do podcast Virilha Aberta que vai discutir erotismo e contará com participação do artista Franco Fonseca e de convidados, o primeiro bate-papo acontece inclusive hoje às 20h no perfil do instagram @francofonseca_. Programação e retirada dos ingressos através do site: https://www.retratosdefamilia.net/. O público pode fazer colaboração consciente para a Casa Brasil, uma casa de acolhimento para pessoas trans em situação de vulnerabilidade social.

Chá de Bebê é uma ação  executada com recursos da Lei Aldir Blanc – Rio Grande do Norte, por meio da Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.  Apoio: Disconexa e Pai Herói. Classificação indicativa 18+.

 

Sobre os artistas 

No cruzamento das artes do corpo e do design, Vicente + Vinicius (GuaruIhos e NataI) realizam uma produção híbrida em linguagem. O trabalho tem circulado por mostras de artes visuais e cênicas, dentre eIas: À Nordeste (Sesc 24 de Maio, São PauIo), Corpos Possíveis (BóIide 1054, Natal), SaIon des Refusés (Casa da Luz, São PauIo) e Reperformar o Afeto (LabPerformance – UFRN, NataI/RN), Circuito Grude 2018 (BrasiI), Cinequeer (Casa da Ribeira, NataI), AFRONTE Mostra de Cinema LGBTQI+ (NataI). Em 2019, também apresentaram no espaço Gira Dança (Natal) a performance Isto Não é uma Festa, e no Sesc da Av. PauIista (São Paulo), a performance/espetáculo Chá de Bebê e Retratos de FamíIia. Realizaram também as publicações independentes “Manual para máquinas de sentar” e “Manual para máquinas de pisar” (2018-2019).

Vicente Martos é artista da performance e pesquisador. Graduado em Comunicação das Artes do Corpo (PUC/SP, 2009) e mestre em Artes Cênicas pelo PPGArC/Depto. de Artes da UFRN (Natal/RN, 2019). Como performer e encenador, um dos eixos de sua pesquisa é o corpo e seus desdobramentos estéticos e eróticos, bem como o diálogo com o vídeo, a fotografia e outras tecnologias de interação. Também atua como articulador, produtor e gestor cultural, tendo colaborado em espaços independentes e na produção de artistas visuais, performáticos e de outras linguagens da cena. Entre seus principais projetos executados, estão: Cartas a Renato Cohen (performance multimídia, 2014), Isto Não É Uma Festa (performance multimídia, 2019), Chá de Bebê (performance multimídia, 2019), O Vórtice (encenação em realidade virtual, 2020) e Retratos de Família (2021). 

Vinicius Dantas é mestre em Design (UFPE) com grad. sanduíche em Product Design (UFRN-Middlesex London). Atua como artesão, maker, artista visual, designer e educador. Seu trabalho tem ocupado mostras de artes visuais, de performance e de arte-tecnologia. Colaborou com projetos Ievados às mostras internacionais: 10a Bienal de Ia Habana, XI Prague Quadriennial. Realizou publicações Bateu na Mãe (2011), Rompazine (2016), Manuais para máquinas de sentar e pisar (2018). Recentemente, criou o estúdio AYA+, onde desenvolve projetos (gráficos e cenografias) junto a artistas, além do Lab. de Corpo-projeto e o Lab. de experimentação editorial. Desde 2017 realiza performances transmídias com o parceiro Vicente Martos, participando de mostras como a À Nordeste (Sesc 24 de Maio) e Chá de Bebê (SESC Av. Paulista).

 


FICHA TÉCNICA 

Performance e Direção 

Vicente+Vinicius

Atriz convidada

Luciana Ramin

Fotografia 

André Chacon

Edição

Robson Araújo 

Músicas

Bruno de Oliveira

EX PUNK ME

Hanging Freud

Raiany Sinara

Tinoc

Criação de Objetos

Pai-herói

Produção de figurino  “Ivonis”

Mariana Morais

Maquiagem

Victor Vibiano

Imagens de arquivo V+V

Bruno Souza

Ernani Silveira 

Paulo Mitra

Vicente+Vinicius

Assistente de set

Guilherme Custódio 

Victor Bebiano

Assessoria de Comunicação 

Comunica Ceci

Design gráfico

Gabi Mati

Apoio

Disconexa

Pai-herói

Agradecimentos

Franco Fonseca

Lab-performance UFRN

Valéria Martos

Paulet Ploc

Rosane Félix

 

Previous ArticleNext Article
Cecília Oliveira
Cecília Oliveira é Comunicadora Criativa e Produtora Cultural, atua comunicando projetos artísticos na cidade do Natal há dez anos. É gorda power, a mil por hora, apaixonada por glitter, cachorros e fotografia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *