Grupo Carmin recebe Prêmio Shell com a peça ‘A Invenção do Nordeste’

Na noite de ontem, o teatro potiguar foi consagrado mais uma vez em uma premiação nacional. O Grupo Carmin recebeu o Prêmio de melhor Dramaturgia com a peça ‘A Invenção do Nordeste’ durante a  31ª edição do Prêmio Shell de Teatro. É a terceira premiação que o espetáculo recebe.

Agraciado anteriormente como melhor espetáculo do Prêmio Cesgranrio de Teatro e como melhor dramaturgia no prêmio Botequim Cultural, o Grupo Carmin desconstrói a imagem esteriotipada do Nordeste e reafirma sua força enquanto resistência em uma cidade que tem poucos teatros e um deles está fechado para reforma há mais de três anos.

Desenvolvida pelos dramaturgos Pablo Capistrano e Henrique Fontes, a peça ‘A Invenção do Nordeste’ é inspirada na obra  obra do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr “A Invenção do Nordeste e Outras Artes”, e propõe desenhar a trajetória hilária e por vezes conflitante da história da região nordeste, com todas as suas individualidades e também todos os estereótipos alimentados por décadas pela literatura, cinema, música e artes visuais brasileiras.

Em publicação de agradecimento nas redes sociais, o grupo falou sobre o atual cenário político do Brasil. “Uma noite revolucionária de muita arte preta premiada, de muitas falas de resistência. De um Brasil, que vive um tempo diferente dos que vivem de fake news. Esta peça, escrita por Henrique Fontes  e Pablo Capistrano inspirada na obra “A Invenção do Nordeste e outras Artes” do professor Durval Muniz de Albuquerque Jr, a partir da provocação da diretora Quitéria Kelly marca uma conquista histórica para o Teatro Potiguar.e Nordestino. Estamos juntos e sem largar a mão. Na foto, de mãos dadas conosco está Larissa Luz outra nordestina premiada por melhor música no espetáculo Elza – o musical”.

Foto Juan Trindade

Confira a lista completa dos vencedores:

Iluminação – Elisa Tandeta por “Um Tartufo”

Figurino – Ney Madeira e Dani Vidal por “Bibi, uma vida em musical”

Música – Pedro Luiz, Larissa Luz e Antônia Adnet por “Elza”

Cenário – Doris Rolemberg por “A última aventura é a morte”  

Inovação – Coletivo 2a Black

Dramaturgia – Henrique Fontes e Pablo Capistrano por “A invenção do Nordeste”

Direção – André Lemos, por “Esperança na revolta”

Ator – Otto Jr. por “Tebas Land”

Atriz – Nena Inoue por “Para não morrer”

Parabéns ao Grupo Carmin pela premiação!

Previous ArticleNext Article
Cecília Oliveira
Cecília Oliveira é formada em Jornalismo, atua como produtora cultural e assessora de comunicação, é plus size, a mil por hora, apaixonada por glitter, cachorros e fotografia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *