Músico profissional, Iury Matias, promove oficina de violão através da internet

O músico profissional, Iury Matias, está promovendo uma oficina de violão em formato de lives através do Instagram, YouTube e Facebook sempre às 10h. Nas aulas são trabalhados exercícios práticos focados na mecânica do movimento das mãos envolvendo cinco ritmos brasileiros.

De acordo com o músico, a oficina surge com o intuito de oferecer ao público conteúdo, didático, musical, gratuito durante esse período de pandemia que se prolonga ainda em 2021. “A oficina já era uma realidade em modo privado, através de aulas particulares de violão. Entendi que o acompanhamento é uma das “funções” do violonista que o mercado de trabalho mais requisita e que apesar disso nem todo músico – incluindo músicos formados em cursos superiores – desenvolvia ou explorava essa vertente como gostaria. Fiz alguns aulões na pandemia e quando vi a oportunidade de distribuir uma parte desse conteúdo através da Lei Aldir Blanc foi a melhor oportunidade de trabalhar com apoio financeiro e oferecer conteúdo gratuito às pessoas.”, diz Iury.

Na oficina são trabalhados os ritmos: xote, baião, ijexá, bossa e samba, aplicados a progressões harmônicas simples, baseadas em “situações” presentes em músicas do cancioneiro popular, no intuito de desenvolver a capacidade de “acompanhar no violão”, função tanto importante quanto requisitada profissionalmente.

Músico profissional com quase vinte anos de experiência atuando no cenário nacional e internacional, tendo vivido na Europa por oito anos, Iury Matias é licenciado em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, técnico em música com habilitação em guitarra elétrica (UFRN) e aluno do mestrado em musicologia na Universidade de Aveiro. Foi professor de música em escolas regulares de ensino da rede pública e privada no Brasil e, em Portugal, foi professor de guitarra, harmonia, classe de conjunto e formação musical da escola de artes Palco Central durante dois anos. Idealizou e realizou o projeto de concertos didáticos “Aula Show” em faculdades, escolas, projetos sociais e espaços culturais no Brasil, através das prefeituras locais e governos dos estados, SESI, SESC, CCBNB, chegando até escolas e faculdades Portugal e para a EMAT – Tututa Escola de Artes da Ilha do Sal (CBV).

Este projeto foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte. Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Previous ArticleNext Article
Cecília Oliveira
Cecília Oliveira é Comunicadora Criativa e Produtora Cultural, atua comunicando projetos artísticos na cidade do Natal há dez anos. É gorda power, a mil por hora, apaixonada por glitter, cachorros e fotografia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *