Instituto Câmara Cascudo reabre para visitação através de agendamento prévio

Assim como escolas, restaurantes, centros comerciais e outros locais de aglomeração de pessoas, os museus ao redor do mundo tiveram que fechar as portas com a chegada da Covid-19. Após quase 10 meses de portas fechadas, mantendo as redes sociais ativas e venda de livros online, o Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo, instituição que funciona na casa do maior folclorista do estado – Luís da Câmara Cascudo-, reabre para visitações presenciais, em consonância com os decretos do munícipio de Natal.

Mas fica esperto que a visitação está diferente para se adaptar a retomada gradual e responsável. Com este intuito, as visitas acontecerão, a partir do dia 11/01, através de agendamento prévio, podendo serem marcadas para o turno da tarde, de 12h às 17h, de segunda à sexta. As visitas serão agendadas previamente através do telefone (84) 3222-3293 ou do WhatsApp (84) 98827-3866.

Mais algumas informações sobre a retomada da visitação:

• Serão aceitos apenas 10 (dez) visitantes por vez.
• Valor dos ingressos: R$ 10 inteira e R$ 5,00 meia. O pagamento deverá ser feito preferencialmente por meio eletrônico (transferência bancária ou PIX).
• Na entrada da instituição haverá sanitização dos calçados.
• Haverá medição de temperatura no acesso ao espaço.
• O uso da máscara é obrigatório durante toda a visita.
• Serão disponibilizados recipientes com álcool em gel 70º INPM para uso dos visitantes e funcionários na entrada e demais dependências da instituição.
• Deve ser mantido o distanciamento físico de no mínimo 1,5m entre visitantes e funcionários.
• Os funcionários estão capacitados para orientar os visitantes sobre as medidas de prevenção adotadas e garantir uma visita segura.

Foto por Gustavo Dantas.

Previous ArticleNext Article
Alana Cascudo
Publicitária formada pela UFRN e pós-graduada em MBA Gestão da Comunicação em Mídias Sociais pela ESPM. Cinéfila, notívaga, apaixonada por viagens, gastronomia e assuntos relacionados. Sofrendo constantemente de insatisfação crônica, intolerante à lactose e totalmente desequilibrada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *