Startup de irmãos potiguares inova no atendimento virtual na área da saúde

Já imaginou um assistente virtual, realmente inteligente, e que te ajudasse na marcação e no atendimento geral dos médicos? Pois essa foi a ideia dos irmão potiguares, Felipe Miranda Costa e Tiago Miranda Costa.

Tudo começou em 2016 quando Felipe detectou um problema, ou melhor dizendo dois. Como diabético enfrentava muita dificuldade em ligar para clínicas e agendar consultas médicas, e via que o problema não era só do paciente, mas também das clínicas que perdiam cerca de 40% do tempo investindo e responder requisições repetitivas dos clientes, a maioria sobre dúvidas dúvidas, marcações e cancelamentos de consultas.

Depois de muitas pesquisas e conversas, em Setembro de 2016, o Felipe passou a dedicar o seu tempo livre ao desenvolvimento da solução para este problema e convidou o Tiago Miranda Costa, seu irmão, para ajudá-lo e ser sócio dele no novo projeto.

Assim, em dezembro de 2016, nasceu a assistente virtual, Cloudia. Pouco mais de um ano, o projeto foi aprovado no programa Pitch Gov SP, um programa que aproxima startups e o governo de São Paulo para buscar soluções de problemas do setor público.

A partir daí os dois sócios passaram a acreditar que realmente era possível ajudar milhares de profissionais da saúde e pacientes, automatizando diversos processos que consomem seus tempos no dia a dia através da humanização do atendimento por chatbots via aplicativos de mensagens.

Apesar de ter sido criado inicialmente para profissionais liberais da saúde (pequenos consultórios), as clínicas médias e grandes foram as que mais despertaram interesse na solução e correspondem a mais 80% dos clientes da Cloudia atualmente.

Em Julho de 2018 mais uma vitória, eles foram selecionados para o projeto de aceleração na Estação Hack em São Paulo – o programa de aceleração do Facebook e Artemísia que acontece dentro da Estação Hack  –  primeiro centro para inovação criado pelo Facebook no mundo – que impulsiona startups de impacto social.

E com certeza a história desses potiguares não acaba por aqui. Conheça mais sobre o Cloudia no link do site aqui. 

Previous ArticleNext Article
Alana Cascudo
Publicitária formada pela UFRN. Estudante de pós-graduação em MBA Gestão da Comunicação em Mídias Sociais na ESPM. Cinéfila, notívaga, apaixonada por viagens, gastronomia e assuntos relacionados. Sofrendo constantemente de insatisfação crônica, intolerante à lactose e totalmente desequilibrada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *