Programa transforma vida de pessoas em situação de rua através do empreendedorismo

O trabalho social é um ato de resistência focado na melhoria da qualidade de vida das pessoas, incentivando-as a encontrar novos caminhos e promovendo mudanças na sociedade. Dentro desse contexto, nasceu o “RUAS Empreendedorismo & Responsabilidade Social”. O programa, encabeçado por Mônica Araújo, Tianna Fernandes e Lívia Felipe, visa prover recursos financeiros para a abertura de pequenos negócios e vivenciar o desenvolvimento pessoal e profissional dos beneficiários.

Além das ações voltadas para o empreendedorismo, o Ruas ampliou seu leque de atuação e passou a desenvolver ações na área de responsabilidade social, como a alfabetização de moradores de rua. 

Com a ajuda de parcerias com empresas e doações, o Ruas irá realizar cursos profissionalizantes, oferecer apoio financeiro, assessoria financeira, administrativa e de marketing, propondo uma nova perspectiva na oportunização do beneficiado em montar seu próprio negócio. Tudo isso gera ganho financeiro e a ressignificação do indivíduo enquanto cidadão.

Por que o projeto surgiu?

Diante da atual situação sócio econômica no nosso Estado, várias empresas estão encerrando suas atividades ou demitindo funcionários. O nível de desemprego é enorme, criando dificuldades para se conseguir um emprego digno que garanta melhor qualidade de vida para o empregado.Se o cenário já é difícil, imagine para uma pessoa que se encontra hoje em situação de rua? Como essa pessoa conseguirá um emprego, sem um teto para morar

Face a essa realidade, muitas pessoas buscam gerar seu sustento através da criação de um pequeno negócio informal, onde conseguem gerar renda mensal para cobrir suas despesas diárias.O Programa RUAS busca prover não somente os recursos financeiros para a abertura de um pequeno negócio, mas assessorar administrativa e financeiramente os novos empreendedores, buscando auxiliar e monitorar o seu desenvolvimento.

Como o projeto funciona?

  • O beneficiado receberá consultoria nas áreas financeira, publicidade, marketing, administrativa e de boas práticas (para os casos de alimentação);
  • O projeto prevê o apoio do CENTRO POP para realização de cursos e guarda dos equipamentos e materiais dos beneficiados.

Como posso ajudar?

Doando seu tempo, se interessando pelo projeto, seguindo no instagram aqui para saber mais informações e contribuindo financeiramente: 

Mônica Fernandes de Araújo

Banco do Brasil

ag: 3525-4

C/c: 43.541-4

CPF: 023.894.264-33

Previous ArticleNext Article
Alana Cascudo
Publicitária formada pela UFRN. Estudante de pós-graduação em MBA Gestão da Comunicação em Mídias Sociais na ESPM. Cinéfila, notívaga, apaixonada por viagens, gastronomia e assuntos relacionados. Sofrendo constantemente de insatisfação crônica, intolerante à lactose e totalmente desequilibrada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *