Uma das coisas que me irritam em cidades turísticas é aquele velho roteiro repetido e chato que os guias insistem em indicar e os hotéis insistem em levar os hóspedes. Em geral são opções mais caras, com aquele ar falso de que o lugar é autêntico.

Eu, quando turisto, sempre procuro opções que sejam indicadas por pessoas que moram nas cidades e estão lá no dia a dia. Acho mais interessante conhecer a cidade como ela é e como ela é vivida pelos seus habitantes, do que engolir um roteiro pré-fabricado “para turista ver”.

Por morar em Natal há muito tempo, uma cidade com alto apelo turístico, e por sempre me incomodar com o trabalho desses guias, decidi fazer esse roteiro não tradicional de Natal. Vou tentar reunir neste e em outros posts dicas de lugares bacanas e que geralmente estão fora do roteiro turístico comum.

Para começar bem, indico bares e locais para a vida noturna da cidade. Enjoy it 🙂

Bar e Ateliê do Flávio Freitas

947005_488145344589639_397835326_n

O espaço é pequeno e bonito. Cadeiras na calçada, uma luz amarelada iluminando o ambiente e aquele bom clima para tomar uma cerveja gelada e ouvir uma boa música local. O Ateliê Bar e Petiscaria fica localizado na Ribeira, mais especificamente na Duque de Caxias, próximo ao jornal Tribuna do Norte. É um dos recantos históricos da cidade e é decorado com os quadros do artista Flávio Freitas. Um mais bonito que o outro. Uma boa mistura de artes visuais e boemia no coração natalense.

Mahalila Café e Livros

mahalila

Livros, música boa café e… cerveja. Dos bares que indico aqui, é o mais novo, foi inaugurado neste ano e chama a atenção pela proposta. É uma espécie de bar-sebo, com um acervo tão bem selecionado que dá inveja de tão bom que é. Vale a visita. Para chegar lá, é um tanto complicado, então deixamos o trabalho para o Google Maps.

Bar do Val

7773256_JmMhi-SNdGYH9NF9vHluK42crU10N27llD_L3x8ttyM

Botecão natalense típico, com direito a televisão passando show de forró, futebol ou luta. A grande diferença deste boteco para o outro é o preço incrivelmente barato tanto da comida regional (carne de sol, por exemplo) quanto e principalmente da cerveja. Desconfio que seja a mais barata do Brasil. Para se ter uma ideia, a Brahma 600ml sai pela bagatela de R$ 3. O bar fica em candelária, mais precisamente neste endereço.

Bar da meladinha

80748

Decadente hoje, mas histórico na cidade. Foi um bar conhecido por reunir grandes personalidades natalenses nos anos 80. Atualmente, bem longe dos seus anos áureos, se sustenta vendendo a bebida que batiza o estabelecimento: a meladinha, uma saborosa mistura de cachaça, mel e limão. Detalhe sórdido fica para a ~educada placa~ que enfeita o banheiro: “Proibido cagar”. Ele fica localizado no beco da lama, mais precisamente aqui.

 

Bardallos Comida e Arte

article_402_460x220

Recanto dos artistas da cidade, resistência do centro e cidade alta. Um dos melhores lugares para se tomar uma cerveja na região ou comer um omelete esperto, uma das especiarias da casa. Recomendado. Ele fica localizado na Cidade Alta, próximo a vários pontos históricos da cidade.

 

Praça do Gringos

526182_492331137474516_572707612_n

A Praça do Gringos fica em Ponta Negra e é conhecida por abrigar a boemia notívaga de Natal. Os melhores horários para se visitar sempre são depois da meia noite. A movimentação por lá é intensa muitas vezes até amanhecer. A cena da praça se formou em volta do antigo Gringos Bar, atual Wesleys, bar de rock, conhecido pelos drinks e pelo salgado preço da cerveja. Vale uma visita. A praça fica em Ponta Negra.