Um grupo de 4 estudantes da UFRN ganhou um concurso global de projetos para a revitalização da Ribeira. Organizado pelo Banco Mundial, o BID Urban Lab foi lançado no primeiro semestre deste ano para premiar ideias que pudessem ajudar na retomada do bairro.

O projeto vencedor foi dos alunos Marcela Farkat, Dmetryus Targino, Nicholas Saraiva, Mariah Oliveira e sob a orientação da professora Ruth Ataíde. Chamado de “olhos da Ribeira”, ele permite, dentre outras coisas, que os moradores do bairro se tornem “sócios” do bairro e ajudem efetivamente na revitalização dele.

Eles venceram, na fase final, projetos do Brasília e de São Paulo. Como vencedores, eles vão ganhar um prêmio de US$ 5 mil, assessoria técnica para a implementação do projeto, além de uma viagem para os EUA, onde poderão apresentá-lo a técnicos do banco mundial.

BID Urban Lab

Capitaneado pelo Banco Mundial para beneficiar regiões históricas e importantes da América Latina, o BID Urban Lab começou em 2015 com projetos para o bairro Curundu, no Panamá. Em 2016, o concurso teve por objetivo revitalizar a Santa Marta, na Colômbia.

Em 2017, eles diviriam o concurso em 2. Um voltado para os países de língua portuguesa da América Latina, cujo foco era o bairro da Ribeira, em Natal. O segundo, para projetos de língua espanhola, focado na revitalização de Mendonza, na Argentina.

Foram recebidos projetos de jovens universitários ou profissionais com até 3 anos de carreira e menos de 35 anos de idade.