Estudante potiguar une programação com poesia e leva oficinas para escolas públicas

A programadora potiguar Soraya Roberta, 21, criou um projeto inspirador. Ela ensina conceitos de programação por meio da poesia, para crianças de escolas públicas do Rio Grande do Norte.

O projeto dela chama-se “Poesia Compilada” e foi destaque, em matéria publicada em janeiro no site StartSe. A ideia e unir duas áreas aparentemente distintas veio depois que seu professor de algoritmo e um professor de literatura passaram dois exercícios semelhantes.

O primeiro, pediu um algoritmo que se autoexplicasse. Já o segundo, uma poesia que se auto explicasse. O resultado foi a ideia de unir áreas que, a primeira vista, parecem bem distintas.

“Eu pensava que nunca mais iria atuar na área de humanas, o que tenho desenvolvido agora tem sido grande parte com humanas. Realizo pesquisas sobre mineração de dados educacionais, ensino e aprendizagem de algoritmos e faço parte de uma equipe de desenvolvimento de um museu virtual para o Departamento de Antropologia da​ ​Universidade”, disse ao StartSe.

A estudante mantém atualmente um blog, onde ela relata um pouco sobre . Caso você queira conhecer mais sobre a história dela, você pode conferir este texto.

Previous ArticleNext Article
Jornalista formado pela UFRN. Fez o Curso Estado de Jornalismo Econômico do Estadão/FGV e o Rumos Jornalismo Cultural do Banco Itaú. News addicted. Apaixonado também por internet, cultura, política, mídias sociais, publicidade e pelo Palmeiras. Odeia azeitona.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *