[ENTREVISTA] Rodrigo Lacaz fala sobre retorno aos palcos e novo show

Provavelmente você já deve ter visto ele em apresentações na orla da praia de Ponta Negra e se encantando com a delicadeza de sua voz, agora Rodrigo Lacaz prepara um novo show e a gente conta tudo para vocês através de um entrevista exclusiva. 

702: Rodrigo, você passou um tempo distante dos palcos e tem retornado com apresentações que são sucesso de público. A que se deve esse seu afastamento e o que motivou esse retorno? 

Rodrigo Lacaz: O afastamento se deve a algo que provavelmente todo mundo tem sentido de 2016 pra cá em algum nível ou em todos os níveis. O mundo está muito louco, o Brasil está muito louco e nossas vidas pessoas tem estado muito loucas, então, está todo mundo passando por um caos pessoal e comigo não foi diferente. Muitas bases se ruíram e eu precisava de um tempo para entender tudo isso. Até minha relação com a música, com a arte de cantar foi afetada. Então, precisava parar para entender, para dar sentido às várias áreas da vida, e nisso entrei numa busca espiritual. À medida que algumas coisas voltaram a se encaixar e algumas mudanças eu passei a aceitar e entender, foi ficando mais fácil eu me reconectar com a música e estar habilitado a voltar aos palcos. 

702: Nesse seu retorno as apresentações estão sendo em espaços abertos o que mostra uma conexão maior com a natureza. Você acha que nesse seu novo momento a conectividade com a natureza tem um papel fundamental? 

Rodrigo Lacaz: Essa mudança de paradigma de sair de uma perspectiva material para o espiritual engloba também uma harmonização maior com a natureza porque a vida consumista, imediatista e egoísta que o sistema nos impõe acaba nos fazendo esquecer os ciclos da natureza que estão presentes em nós também. Essa reconexão com a natureza tem sido fundamental para mim, é uma forma de me reconectar comigo mesmo. 

702: Nesse novo formato de apresentações que você tem feito há também a presença da dança contemporânea. Como tem sido trabalhar com  esse novo elemento?

Rodrigo Lacaz: Tem sido maravilhoso trabalhar com a dança contemporânea. Acredito que a dança consegue alcançar algumas áreas do invisível, através da liberdade de romper barreiras e estabelecer movimento. Sempre quis explorar mais este elemento e estou explorando isso nos shows graças ao bailarino Alexandre Américo. Ele dispensa apresentações e tem abrilhantado muito os shows mostrando o seu trabalho e estabelecendo uma sintonia única com as canções. 

702: Agora você está preparando um novo show que em breve será lançado. O que podemos esperar sobre esse novo projeto?

Rodrigo Lacaz: Esse novo show representa um marco artístico, pessoal e muito crucial da minha vida. O show de chama Transição e vem justamente para compartilhar com o público um pouco de luz no meio desse caos que estamos vivendo. Ele tem um aspecto extremamente espiritual, que em shows passados estava muito sutil, mas agora vem de uma forma bem direta. O público vai ter acesso a algo bastante novo no meu show que é a presença das cordas. As pessoas tem me conhecido tocando apenas voz e violão nas ruas, mas agora não vai ser só isso, vai ter voz, violão, violino, violoncelo, baixo, tudo isso para dar aquele clima orquestral e para dar uma potência sonora. 

702: Quem te acompanha nesse novo show?

Rodrigo Lacaz: Higor Monteiro no violino, Davidson Asevedo no violoncelo, Eliezer Neto no baixo, além de participação especial de Alexandre Américo fazendo uma intervenção de dança contemporânea.

O novo show de Rodrigo Lacaz acontece no final de agosto e em breve serão divulgadas mais informações

Previous ArticleNext Article
Cecília Oliveira
Cecília Oliveira é formada em Jornalismo, atua como produtora cultural e assessora de comunicação, é gorda power, a mil por hora, apaixonada por glitter, cachorros e fotografia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *