Conexão Elefante Cultural começa a circular esta semana levando apresentações culturais à 15 municípios

O projeto Conexão Elefante Cultural começa a circular a partir desta semana levando apresentações culturais gratuitas às praças de 15 cidades. As apresentações chegam aos locais por meio de um caminhão customizado, adesivado e adaptado trazendo a Trupe da Luz para apresentações teatrais, além de dança e circo.

Com a missão de levar arte aos quatros cantos do estado do Rio Grande do Norte, o projeto Conexão Elefante Cultural sob a coordenação de Diana Fontes, traz na sua Trupe da Luz os grupos Cia Arte do Riso de Umarizal/RN; Coletivo Cida e Sociedade T de Natal/RN e Cia Pão Doce de Teatro de Mossoró/RN. A Trupe segue com os objetivos já traçados em outras edições, como popularizar as artes cênicas potiguar, incentivar novas ideias e linguagens, transformar espaços alternativos para promoção da arte e do entretenimento.

Em cada cidade, além da apresentação do espetáculo em praças públicas, o Conexão Elefante Cultural promove oficinas e um bate papo com os artistas da região, A primeira parada é o município de Pendências no dia 16 de maio, depois a Trupe segue para Guamaré e Ielmo Marinho.

A Cia Pão Doce de Teatro (Mossoró/RN) apresenta o espetáculo: Canções daqui, contos do mundo, onde os atores Romero Oliveira e Mônica Danuta falam como as histórias têm vida própria e ultrapassam os limites do engenho da caixola. Já a  Cia Arte & Riso (Umarizal/RN) apresenta Quem Aposta Come Brocha, um espetáculo que tem sua estrutura cênica baseada em quadros de palhaços populares, músicas, poesias e outros elementos das artes circenses, como malabares e pirofagia. CIDA e Sociedade T (Natal/RN) fazem o Quintal de Faz de Conta, uma apresentação que tem como ponto de partida possibilitar às crianças a apreciação de dança contemporânea de qualidade, dialogando diretamente com o universo infantil, rememorando a ludicidade e a criatividade do corpo.

O Conexão Elefante Cultural é patrocinado pela COSERN/Instituto Neoenergia, através da Lei Câmara Cascudo e Governo do Estado e realizado por Diana Fontes Direção e Produção Cultural.

Previous ArticleNext Article
Cecília Oliveira
Cecília Oliveira é formada em Jornalismo, atua como produtora cultural e assessora de comunicação, é plus size, a mil por hora, apaixonada por glitter, cachorros e fotografia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *