Casa da Ribeira inicia temporada 2019 com 2 peças de teatro, 2 shows e um espetáculo que une teatro e música

A Casa por onde já passaram mais de 2.600 atrações, totalizando cerca 231.000 pessoas de todas as idades ocupando seus eventos, começa o ano da comemoração de seus 18 anos através de parcerias com artistas e público. “Falar da ausência de políticas públicas para ações continuadas na área da cultura no Rio Grande do Norte é chover no molhado. Sabemos que não é interessante para nenhum governante uma ação cultural durar tanto tempo e se consolidar com públicos críticos e formadores de opinião”, disse Henrique Fontes, Diretor Artístico da Casa da Ribeira e único que se mantém desde o início do projeto, em 1997.

“A Casa atingiu a maioridade e eu percebo que crianças e jovens que vem nos frequentando nesses 18 anos, já refletem sobre suas escolhas de uma outra forma. Para elas(es) arte e cultura é parte fundamental das suas vidas”, disse Fontes. Mesmo sem qualquer patrocínio governamental ou privado, a Casa da Ribeira, através de parceria direta com os artistas, onde ambos correm o risco e dividem o arrecadado da bilheteria, trazem uma programação para todos os gostos.

PROGRAMAÇÃO:

Dias 18 e 19 de janeiro de 2019 o Grupo de Teatro Facetas Mutretas e Outras Histórias apresenta seus dois novos espetáculos: “Jornada de um imbecil até o entendimento” às 20 horas e, no sábado às 16h, o grupo também apresenta o seu infantil “Sal, Menino Mar”

Jornada de um imbecil ao entendimento (Sexta e Sábado | 20h | 18 anos)

Em uma realidade paralela, política e religião se unem para manter o poder na mão de seus líderes. Tudo parecia muito bem até que as coisas começam a mudar a partir da organização de seus trabalhadores. Essa fábula teatral bem-humorada teve sua primeira versão escrita na década de 60, mas sua história continua muito atual. Movido pelo desejo de montar um espetáculo que se relacionasse com o momento de crise política que vive o Brasil, e com o entendimento de que o fazer teatral é um ato político, o Grupo de Teatro Facetas mergulha no texto de Plínio Marcos para revelar os bastidores, os conchavos, os segredos e as manobras políticas que estão por trás daqueles que exploram e iludem a sociedade para se perpetuarem no poder.

Serviço

Jornada de um imbecil até o entendimento

18 e 19 de janeiro às 20 h na Casa da Ribeira

Ingressos: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira)

Classificação 16 anos.

VENDA ANTECIPADA: https://www.sympla.com.br/a-jornada-de-um-imbecil-ate-oentendimento-na-casa-da-ribeira__435663

Sal, menino mar (Sábado | 16h)

SAL é uma criança apaixonada pelo mar, vive numa prainha, passa o tempo livre observando os seres marinhos e se banhando nas águas do mar. De repente, a praia em que vive começa a ser invadida por um monte de lixo. Então, Sal, para descobrir o que está acontecendo, se aventura nas águas e descobre que a mudança que queremos para o nosso planeta depende de algo que está em terra firme.

Serviço

Sal, Menino Mar

19 de janeiro às 16 horas

Ingressos: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira)

Classificação LIVRE

VENDA ANTECIPADA: https://www.sympla.com.br/sal-menino-mar-na-casa-da-ribeira__435665

Ajuntamento (Sábado | 21h)

Ainda no sábado (19), às 21h, o cantor e compositor Felipe Nunes e o percussionista Kleber Moreira aceitaram o convite para celebrar a reabertura da casa e o aniversário de Henrique Fontes e farão o show: “Ajuntamento”. Neste show Felipe Nunes interpreta canções que influenciaram a sua formação musical, dentre eles, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Baden Powell, Luiz Melodia, Gilberto Gil, Jards Macalé, João Bosco, dentro outros artistas. Além disso ele apresentará algumas músicas autorais que podem estar no seu próximo EP a ser lançado no primeiro semestre de 2019. A entrada será colaboração espontânea, 100% destinada aos artistas. Para entrar na festa tem de confirmar o nome no evento Ajuntamento até o dia 19 ou na própria bilheteria da Casa (sujeito à lotação).

Camarim (Domingo | 20h)

“Camarim” é um show dramático-musical que conta a história de três irmãos unidos pela música. A relação das três personagens é escancarada por melodias especialmente escolhidas pelo tom dramático que vão se desenrolando no decorrer do espetáculo.

Cada um dos três apresenta um caminho escolhido e vivido dentro da música; a mais velha de todas, Carmem (Lysia Condé), a diva que já se consagrou como grande cantora, embora ainda sinta falta de “algo mais” e está caindo no esquecimento; Edite (Camila Masiso) que, ao contrário da irmã, está despontando como revelação da música no país, de personalidade perfeitinha e monótona, que sente medo de ser engolida pelo mercado, e por fim, a ovelha negra Louis (Dudu Galvão), dono uma voz poderosa, que foi moldada pelos padrões norte americanos e que, por isso, não cabe no cenário musical popular brasileiro.

A música é o carro-chefe dessa trama que desemboca no espectador trazendo a experiência teatral à baila, com grandes canções conhecidas pelo público, num repertório que vai de Chico

Buarque, passeia por Edith Piaf e Ney Matogrosso, com pinceladas de Carmem Miranda, Madonna e Beyoncé.

Serviço

Camarim – o musical

20.01 às 20h.

Ingressos: R$ 40,00 e R$20,00

Classificação: 12 anos.

Vendas online: https://www.sympla.com.br/camarim—nos-bastidores-da-musica__434892  ou presencialmente na casa da ribeira – 3211-7710.

Camila Masiso e Diogo Guanabara (Terça-feira, 22 | 20h)

Depois de um ano e meio longe dos palcos potiguares, a cantora Camila Masiso e o instrumentista Diogo Guanabara retornaram a Natal para um show especial em dezembro passado. Foi uma noite incrível, com músicas dos dois álbuns autorais da cantora e inspirado na musicalidade lusófona. E justamente pela demanda, a dupla resolve voltar ao mesmo palco para fazer o show da despedida.

Camila Masiso e Diogo Guanabara revisitarão músicas dos dois álbuns autorais já lançados da cantora, Boas Novas e Patuá. Residentes em Lisboa atualmente, os músicos também se valerão dessa imersão cultural em Portugal para imprimir a lusofonia no show, bebendo da fonte de canções do fado e da intensidade dos ritmos de Cabo Verde, já que a africanidade exerce forte influência cultural entre os portugueses. Um concerto musicalmente diverso e refinado, que pretende surpreender o público potiguar.

Serviço

Camila e Diogo

22/01 às 20h na Casa da Ribeira

Classificação: 12 anos.

Ingressos antecipados no valor promocional de R$ 30,00 no restaurante Takami Sushi (Lagoa Nova e Ponta Negra), ou online no https://www.sympla.com.br/camila-masiso-e-diogoguanabara—22-de-janeiro-na-casa-da-ribeira__432739

Previous ArticleNext Article
Alana Cascudo
Publicitária formada pela UFRN e pós-graduada em MBA Gestão da Comunicação em Mídias Sociais pela ESPM. Cinéfila, notívaga, apaixonada por viagens, gastronomia e assuntos relacionados. Sofrendo constantemente de insatisfação crônica, intolerante à lactose e totalmente desequilibrada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *