8 eventos para celebrar o Dia Internacional da Mulher em Natal

dia internacional do mulher - simona talma

O mês das mulheres, na verdade, são todos. Mas março é especial. Na semana em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, diversos eventos acontecem em Natal para divulgar a luta, refletir sobre o papel das mulheres na sociedade, bem como para homenageá-las.

Para que você não perca nada, nós do Apartamento 702 fizemos um apanhado com as principais atrações gratuitas e pagas que acontecem do dia 8 até o fim da semana. Aproveita que tem muita coisa boa!

NEM SILENCIOSAS, NEM SILENCIADAS

dia internacional da mulher

Para chamar a atenção para a luta das mulheres, a Frente Feminista de Natal convida mulheres para o Ato Político “Nem silenciosas, nem silenciadas – Mulheres nas ruas por liberdade e autonomia”, que acontece nesta terça (8), a partir das 13h, com concentração em frente a Prefeitura do Natal. Clicando aqui você consegue mais informações sobre o Ato.

BLITZ DAS MULHERES

Durante todo o mês de março, a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SEMUL) coordena uma série de ações que discutem direitos, conquistas e violência contra a mulher.  No dia 8, em parceria com a STTU, será promovida uma Blitz em homenagem às mulheres no trânsito, com distribuição de material educativo. A blitz vai ser na Ponte Newton Navarro, a partir das 11h. Outras ações acontecem ao longo do mês.

MULHERES NA TELONA

O-Quarto-de-Jack

No Cinépolis Natal Shopping, três ótimos filmes que trabalham questões e olhares femininos continuam em cartaz no dia 8 e 9 de março. O Quarto de Jack, que ganhou o Oscar de melhor atriz, é uma ótima dica. A Garota Dinamarquesa, que ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante, é outra. E Carol, longa que mostra o relacionamento entre duas mulheres na Nova York do começo dos anos 1950. A programação completa você vê por aqui.

SAMBA DE MULHER

A festa Clube do Samba Potiguar aproveita o mês de março para homenagear as mulheres no dia 9, a partir das 19h, no Mercado de Petrópolis. As cantoras convidadas são Elizabeth Freitas, Silvana Martins e Renata Paiva. E o repertório apresentará composições das potiguares Valéria Oliveira, Khrystal, Clara Menezes, Anna Fernandez e Alessandra Macedo, além das consagradas sambistas Dona Ivone Lara, Leci Brandão e outras. A entrada é gratuita.

ROCK DAS MINAS

Com o objetivo de homenagear e valorizar trabalhos femininos, a festa Rock de Mulher preparou uma edição super especial para o dia 11 de março. No show principal, uma banda composta só por mulheres integrantes da cena musical da cidade, com Simona Talma à frente.  No repertório, músicas da Céu, Rita Lee, Malu Magalhães, Cássia Eller, Maria Bethânia, entre outras. Além de música, o evento também vai exibir o curta “Ília”, e promover a exposição “Nó”, da artista Mylena Sousa. A entrada com nome na lista é R$10. Todas as informações detalhadas sobre o Rock de Mulher você encontra aqui.

BELAS AQUARELAS

O Grupo Universitário Aquarela e Pastel (GUAP) homenageia as mulheres com a exposição “As várias faces femininas nas artes”, que conta com obras de 19 artistas, dentre os quais, Vicente Vitoriano, Cibele Oliveira e Socorro Evangelista. A exposição acontece no Instituto Câmara Cascudo (na Av. Câmara Cascudo, nº 377, na Cidade Alta) e a abertura é no dia 12 de março, com um simpático café da manhã servido à partir das 9h. A exposição irá até o dia 31 de março. O Instituto abre para visitação de terça a sábado, das 9h às 17h.

 

INSPIRADO EM PINA BAUSH

carol pina baush

No dia 12 de março, a partir das 19h, na A’Boca Espaço de Teatros, a artista Carol Piñeiro vai mostrar sua experiência de performance baseada no espetáculo “Sagração da Primavera”, de Pina Baush. Carol vai se apresentar com as artistas Ana Cláudia Albano Viana e Anádria Rassyne. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é 16 anos.

O trabalho integra o projeto “Pina, Marina em Carolina: Estudos em Reperformance” que é a pesquisa de mestrado de Carol. Seu trabalho investiga questões do feminino e possibilidades de criação em trânsito.

#LEIAMULHERES

Aproveitando o momento, também vale mencionar o projeto #LeiaMulheres-Natal, que já falamos dele por aqui. O próximo encontro é só no comecinho de abril, mas os interessados já podem começar a ler o livro da vez, o “Luvas de Pelica”, de Ana Cristina Cesar. Na página do evento no Facebook tem mais informações.

Previous ArticleNext Article
Ramon Ribeiro
Jornalista formado pela UFRN. Curte literatura, música, artes visuais, cerveja, praia, bate papo e churrasco de porquinho. De internet não gosta muito não. Publicou os zines "Com Carinho" (2012), "Não dê esperança aos urubus" (2014) e "Todos aqueles sambas mais velhos que eu" (2015).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *