1ª edição do Festival DoSol Sessions online exibe últimos 10 dias de conteúdo

Iniciativa pioneira não só no Rio Grande do Norte ou Nordeste, mas no país, o Festival DoSol Sessions começou dia 05 de maio, e vem mantendo ininterruptamente postagens e lives com conteúdos inéditos de artistas potiguares, sendo diariamente 2 clipes e uma live às 18h. Previsto para terminar no dia 05 de junho, o projeto deu tão certo que ganhou mais 5 dias, indo até 10 de junho e com uma próxima edição já em vista. Até o dia 30 de maio, as plataformas somaram mais de 100 mil acessos, somando um público diverso de todas as partes do Brasil, tornando o alcance do Festival bem mais amplo do que suas edições físicas.

Para Ana Morena, produtora do DoSol, a ação surpreende a cada dia, “pois temos um público médio entre 3 e 5 mil espectadores diários, com variações para mais de acordo com a popularidade do artista. E descobrimos que o Facebook ainda é uma plataforma forte, onde muitos desses acessos ainda vem dessa rede social”, explica Ana. Ela também comemora o retorno recebido pelos artistas: “muitos vem agradecer o incentivo que demos tanto para eles produzirem sua música, de forma criativa, além de um suporte financeiro também. Tirá-los da inércia causada pela pandemia foi um dos pontos mais positivos de tudo isso”.

Os números que medem a positividade do Festival online não param por aí. O DoSol tem em sua essência a formação de novos públicos, de levar novos sons e artistas para que exponham seu trabalho e passem a ter sua música consumida. Com isso, o produtor Anderson Foca conta que o número de interação através de comentários nas lives, nas redes sociais e aumento no número de seguidores dos artistas, por exemplo, superou todas as expectativas. “Essa participação importante e interessada do público nos fez pensar em expandir a ação. Quem sabe, além de uma nova edição online do Festival com artistas não só do RN, mas de fora também, e a possibilidade de oferecer formação online em produção digital e transmissão ao vivo, por exemplo, que são demandas atuais, nos faz pensar já no pós Festival DoSol Sessions”, revela.

Já a outra vertente do Festival que acontece em paralelo, o DoSol Stories, entraria nesse pós Festival, que é a atuação da equipe envolvida por trás de palcos e câmeras. Com a demanda do Sessions, não sobrou tempo de levar ao ar essa parte.

“Aos poucos vamos nos adaptando a essa nova realidade, ainda sem data para ter atividades com interação física de volta”, diz Ana Morena. E Foca completa: “Nosso trabalho é manter a cena ativa, criativa, produtiva, e vamos sempre lutar pelo espaço da arte, do coletivo, pois mais do que sempre confirmamos o quanto precisamos da arte para nos manter sãos e esperançosos’’.

Todo o material produzido para o Festival DoSol Sessions vai deixar mais rico o conteúdo já existente no Youtube do DoSol, que ao longo de mais de 12 anos ativo já possui uma rica coletânea de produções e registros dos mais diversos tipos, não só da cena cultural potiguar como de todo o país. Anota a programação dos últimos dias e vem participar com a gente!

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL DOSOL SESSIONS
1º a 10/06
www.instagram.com/festivaldosol e www.youtube.com/dosoltv

01/06 – Silvia Sol
02/06 – Black Whitch
03/06 – Hell Lotus
04/06 – Plutão Já Foi Planeta
05/06 – Filipe Toca
06/06 – Skarimbó
07/06 – Alexandre
08/06 – Maria Fxntes
09/06 – Mariano Tavares
10/06 – Bex

Previous ArticleNext Article
Alana Cascudo
Publicitária formada pela UFRN e pós-graduada em MBA Gestão da Comunicação em Mídias Sociais pela ESPM. Cinéfila, notívaga, apaixonada por viagens, gastronomia e assuntos relacionados. Sofrendo constantemente de insatisfação crônica, intolerante à lactose e totalmente desequilibrada.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *