Já imaginou participar de uma comemoração que acontece, simultaneamente, em todo o mundo? Pois bem, esse dia chegou. No dia 30 de abril, Natal vai receber e festejar o International Jazz Day com um show gratuito da SESI BIG BAND convida Ed Motta, renomado artista brasileiro. A apresentação vai acontecer no estacionamento externo do Natal Shopping que também comemora 25 anos de fundação na capital.

O International Jazz Day é celebrado de forma global com o objetivo de mostrar a relevância deste gênero musical e sua contribuição na promoção de diferentes culturas e povos ao longo da história e do desenvolvimento das sociedades. A realização do evento fica por conta do Fest Bossa & Jazz e SESI em parceria com a UNESCO.

O repertório do show passeará pelas belas canções do cantor, compositor e produtor musical, Ed Motta, com melodias e arranjos da irreverente orquestra da SESI BIG BAND sob o comando do maestro Eugénio Graça.

Sobre Ed Motta

Ed Motta despontou no final dos anos 80 como o vigoroso cantor e um dos compositores e produtores do Conexão Japeri. Uma sensação instantânea no circuito carioca de shows, que o grupo confirmou em seu disco de estreia, “Conexão Japeri” (Warner), em 1988, com canções como “Manuel”, “Vamos dançar”, “Baixo Rio” e “Um love”. Sucessos marcados por exuberante musicalidade e que introduziam fortes componentes do soul e do funk ao pop-rock que então vigorava no Brasil. Logo ficou patente que, aos 16 anos, Ed Motta chegara para ficar e voar bem mais alto.

Décadas depois, no entanto, nem o mais otimista dos otimistas poderia prever que fosse tão longe. Hoje, é um cantor, compositor, multinstrumentista, arranjador e produtor de trânsito internacional. Em seu estilo, sem abrir da veia funk-soul, tritura influências que vão do jazz à canção brasileira, das trilhas sonoras de Hollywood ao rock, da música clássica aos standards americanos, da bossa nova ao reggae. Em estúdios e palcos, Ed também já trocou experiências com músicos como Roy Ayers, Chucho Valdés, Jean-Paul “Bluey” Maunick (líder do Incógnito), Ryuichi Sakamoto, Paul Griffin, Bernard Purdie, Bo Diddley, Ed Lincoln, Miltinho, Mondo Grosso, Marcos Valle, João Donato, Dom Salvador, entre tantos outros.

Área de anexos