O músico Artur Soares está sendo acusado de racismo por conta da letra da música “Ma Nêga”, obra do seu último disco e cujo o clipe está concorrendo ao Prêmio Hangar de Música.

Em um dos trechos a música conta com os seguintes termos:

Nêga, eu vou te prender
Na senzala iorubá
E o que eu ensinar
Você vai ter que aprender
Porque eu vou te maltratar”

O clipe conta com a participação ainda da cantora Khrystal – que fez sucesso ano passado com a interpretação da música ” A Carne” de Elza Soares. Música, vale ressaltar, de conotação de luta contra o racismo.

O coletivo Leila Diniz soltou uma nota de repúdio ao artista no Facebook por conta do teor racista da música.

Grupos estão se organizando para promover um boicote ao músico, caso ele não tire do ar o clipe e não pare de tocar “Ma Nega”. Eles também pressionam o Prêmio Hangar e o EcoPraça (local onde o músico se apresentou neste domingo) para se posicionar sobre o tema.

Veja a nota

Os fãs do músico defendem dizendo que a conotação não foi racista, mas que a referência à senzala é uma metáfora. Para defender a tese, eles expõem que a letra completa conta a história de um homem que tenta conquistar uma mulher negra e não consegue. Você confere ela aqui.

Mandei 5 perguntas para o músico Artur Soares sobre a música e as acusações de racismo para ver o lado dele sobre o tema.