O ano de 2017 começou e como aqui no Apartamento nós adoramos fazer listinhas, pensamos em uma bem bacana para te incentivar a explorar melhor culturalmente a nossa cidade.

A ideia da lista é de oferecer sugestões de experiências culturais que você pode ter na cidade e que continuamente divulgamos aqui.

A maioria daquilo que a gente sugere é de experiências gratuitas e tem a ver com algo bem importante: a valorização da arte da cidade e dos artistas daqui.

Dá uma olhadinha nela, coloque como uma das suas “coisas para fazer em 2016”, caso não tenha feito, proponha algo caso ache que tenha faltado e divulge para os amigos.

1 – Assistir um concerto de música clássica

Orquestra Ouro Preto, sob a regência do maestro Rodrigo Toffolo, se apresenta com repertório dos Beatles em versão erudita

Pelo menos uma vez por mês a Orquestra Sinfônica do RN faz uma apresentação aberta e gratuita para a população. Ela ocorria no Teatro Alberto Maranhão, mas por conta do fechamento do teatro as apresentações ocorrem no Teatro Riachuelo. Sempre quando tem divulgamos aqui no site e garantimos: é uma experiência única.

2 – Visitar uma exposição de um artista local

Exposição Fotográfica Marcas - Uma Homenagem ao dia da Mulher -10

A cena de artes visuais da cidade é bem movimentada, mesmo considerando o fato de que há poucos locais para a exposição. A Pinacoteca do Estado e alguns outros pontos culturais recebe, ocasionalmente, exposição de pinturas e fotografias. Tá certo que a cena ainda é pequena, mas já é possível ver bons trabalhos.

3 – Conhecer mais sobre um ponto histórico de Natal

Centro-Historico

Natal tem uma história rica que é pouco valorizada pelo poder público e que pouca gente conhece. Então a dica é, vá ao Centro Histórico de Natal algum dia e seja curioso suficiente para tentar descobrir a história de prédios importantes de lá. Ou então se engaje em algumas das caminhadas históricas que acontecem na nossa cidade. Saber mais sobre onde nós vivemos muda a nossa relação e a nossa visão com o lugar.

4 – Participar de uma feira literária

foto_1_-_primeiro_dia_do_flin_foto_alex_regis_secom_25

Há alguns anos Natal vem tendo feiras literárias bem bacanas. Anualmente ocorrem duas: o Festival Literário de Natal (Flin) e o Festival de Livros e Quadrinhos (Fliq), em Pipa tem outras duas: a Flipipa e a FlipAut. Cada uma dessas feiras tem a sua característica, mas em comum sempre trazem escritores locais e nacionais para debater e lançar livros. É interessante conhecê-las e tirar um tempinho na agenda para visitar.

5 – Assistir uma peça de teatro de um grupo local

Jacy-Foto-Wlademir-Alexandre

Natal tem excelentes grupos de teatro há anos e é uma pena saber que eles ainda têm um público pequeno na cidade. Em 2015, por exemplo, a peça Jacy do Grupo Carmin de Teatro ficou entre os 10 melhores espetáculos do Brasil, segundo o jornal Estado de S. Paulo. Há uma série de boas montagens que são produzidas e circulam pela cidade e assistir elas é uma experiência que você precisa passar.

6 – Colaborar com um projeto de financiamento coletivo

Captura de Tela 2016-01-05 às 17.45.39

Os últimos anos trouxeram uma série de projetos culturais que buscaram no financiamento coletivo a forma de se manter. Foram filmes, peças de teatro e livros de quadrinhos. Apoiar essas iniciativas é ajudar os artistas da cidade a produzirem e viverem com uma dependência menor do poder público.

7 – Ver um filme local

O cinema local está bombando com várias produções e muitas bem elogiadas. Um dos destaques do ano passado, por exemplo, a websérie Dalton e Hebe. Além disso há várias outras produções bacanas para conhecer e um evento chamado “Trinca Audiovisual” que promove esses filmes nos bares da cidade.

8 – Ir a um evento de performance arte

performance

A performance é um tipo de arte que eu pessoalmente classifico como uma mistura das artes cênicas e com artes visuais. Há um bom par de anos, Natal tem uma certa tradição nesta forma de arte. Há eventos bacanas que divulgam a performance arte, principalmente na Boca Espaço Cultural, espaço que fica na Ribeira.

9 – Conhecer e colaborar com um espaço cultural independente

Natal tem espaços culturais independentes bem bacanas. Um deles é A Boca, que fica na Rua Frei Miguelinho, na Ribeira, e que realiza ações culturais todo mês. Mas não é só a Boca, há a Casa da Ribeira e sempre aparecem iniciativas independentes durante o ano. A dica é ficar ligado no Apartamento 702, porque sempre divulgamos os espaços que aparecem na cidade.

10 – Ler um livro de um autor local

Natal tem bons autores e duas editoras conhecidas por publicar livros: a Jovens Escribas e a Editora Tribo. Além disso, é uma cidade de autores do nível de Pablo Capistrano, Ney Leandro de Castro, Carlos Fialho isso sem citar a leva de novos (e talentosos) poetas que vem aparecendo na cidade como a Regina Azevedo.